Atendimento:  (21) 2236-4422   /   (21) 2547-3079

DOR DE DENTE

A dor representa um instinto de defesa presente na maioria dos organismos vivos.

A dor alerta quanto a ocorrência de um fato que não deve persistir, e sobre o qual deve-se tomar alguma atitude.

Por exemplo, quando tocamos algum objeto extremamente quente de imediato existe o reflexo de puxar a mão. O estímulo doloroso criado pelo calor faz com que nos protejamos, evitando a ocorrência de um dano sério.

O tempo necessário para que ocorra a percepção do estímulo e se dê a resposta a este mesmo estímulo é da ordem de alguns centésimos de segundo. Os estímulos e as respostas aos estímulos se propagam por meio de trocas químicas em células específicas, conhecidas como células nervosas, com uma velocidade próxima dos cem metros por segundo.

 

Os dentes são estruturas tão vivas como qualquer parte do nosso corpo. Eles são constantemente sendo agredidos pela nossa alimentação, devido ao alto nível de açúcar que ingerimos. As bactérias presentes em nossa boca agem sobre o açúcar produzindo ácidos que atacam a camada dura que protege os dentes. Quando isso acontece, a degeneração se espalha causando inflamação e dor.

A dor de dente aguda ocorre quando a cárie é profunda a ponto de comprometer o nervo.

Nestes casos nem mesmo um analgésico resolve, e a visita ao dentista deve ser imediata, para que ele remova o nervo inflamado e cesse a dor.

Existem casos em que a dor se mostra pulsátil, como se fosse explodir...

Ela é decorrente de gases formados pelas bactérias presentes no canal. O paciente que abandona o tratamento de canal e fica com curativo por muito tempo, é um forte candidato a esse tipo de dor. Nestes casos tenta-se remover o curativo ou o provisório, para que esses gases sejam liberados. O alívio é instantâneo.

A melhor e única maneira de não passar por esta experiência é fazer uma visita ao dentista pelo menos de 6 em 6 meses, assim ele vai poder avaliar e controlar as possíveis cáries existentes.

Não. Os dentes podem doer submetidos a estímulos térmicos como frio ou quente ou diante da ingestão de alimentos doces.

Quando você sente que o dente existe, por estímulo doloroso ou desconfortável, é porque ele tem algum problema. Dente com colo exposto ou dente cariado, pode doer com tais estímulos. Procure o cirurgião-dentista, imediatamente.

Não. Só tome medicamentos com orientação do cirurgião-dentista. Cada remédio tem uma função específica. A automedicação pode agravar a situação.

Sim. São outras doenças que causam dor de dente:

  • Sinusite - a pressão das raízes dos dentes exercida pela sinusite pode estar causando dor de dente.
  • Doença periodontal - a gengiva e/ou a estrutura óssea que sustenta os dentes podem estar causando a dor.

1) Se você tem algum desses sintomas:

  • dor constante.
  • um dente parece mais alto do que os outros.
  • febre.

Consulte imediatamente um Dentista! Pode ser que seu dente esteja com um abscesso. Duas formas de tratamento são comuns: de canal ou a extração do dente.

2) Se você tem algum desses sintomas:

  • acessos de dor forte.
  • dentes muito sensíveis ao calor ou frio.
  • a dor permanece por vários minutos.

Uma cárie avançada ou uma restauração profunda podem ter causado dano irreversível à polpa (nervo). O provável tratamento será o de canal.

3) O seu dentista restaurou (obturou) um ou mais dentes nas últimas semanas.

  • O dente dói apenas quando você morde? Se positivo, uma restauração irregular ou alta pode estar incomodando. O seu dentista deverá ajustar a restauração se necessário.
  • O dente tem maior sensibilidade ao frio ? Se positivo, depois de uma restauração é normal uma maior sensibilidade ao frio, principalmente se ela for profunda. Se essa dor persistir por muito tempo, consulte o seu dentista. A polpa poderá estar comprometida.

4) A dor ocorre apenas quando come algo frio ou doce e desaparece depois de alguns segundos? Se positivo, deterioração da restauração, dentina exposta, exposição da raiz do dente, escovação inadequada ou problemas gengivais podem estar ocasionando a dor. Consulte seu dentista.
Ele irá trocar a restauração, dessensibilizar seu dente ou orientar quanto a higienização.

5) O dente dói apenas quando morde ou mastiga? Se positivo, uma restauração fraturada, com infiltração ou um dente fraturado podem ser a causa da dor. Seu dente provavelmente está cariado. Procure imediatamente um dentista.

6) Se você tem algum desses sintomas:

  • dor constante.
  • a região do dente ou da face está inchada.
  • febre.

Consulte imediatamente um Dentista! Pode ser que seu dente esteja com um abscesso. Quando a cárie é profunda e atinge o nervo do dente ocorre uma inflamação no tecido pulpar. As bactérias presentes neste conteúdo inflamatório contribuem para que haja um acúmulo de exsudato e pus que, sem ter por onde extravasar, acaba saindo pelo ápice da raiz e avançando pelos tecidos. Provoca, então, o aumento de volume na região, o que chamamos de abscesso. Duas formas de tratamento são comuns: de canal ou a extração do dente.

Rolar para cima