Atendimento:  (21) 2236-4422   /   (21) 2547-3079

DENTES DO SISO

Existem quatro dentes do siso: dois superiores, sendo um direito e um esquerdo, e dois inferiores, também direito e esquerdo.
A erupção ocorre normalmente dos 17 aos 20 anos. Portanto, são os últimos dentes da dentição a erupcionar (nascer).
Não.
Deve ser feita a remoção do tampão gengival que cobre parcialmente a superfície dental (ulectomia) ou a curetagem gengival, ambos realizados pelo profissional. O paciente, para melhorar esse quadro inflamatório, poderá realizar higiene oral rigorosa no local; bochechos com anti-sépticos bucais podem amenizar o quadro, mas, para resolver o problema, o paciente deverá procurar um cirurgião-dentista.
Há duas correntes:
  • a primeira diz que, se houver espaço suficiente para a erupção do siso e o paciente não tiver tendência a apinhamento (mudança de posição), não haverá problemas;
  • Já a segunda corrente diz que, se o espaço for insuficiente e o paciente com tendência a apinhamento, mesmo que submetido à ortodontia , poderá ter problemas futuros, como o apinhamento de dentes.
Algumas pessoas não possuem mesmo o dente do siso (germe dental). Há situações em que não erupcionam por falta de espaço na arcada dental (inclusos). Há ainda os casos em que pela posição horizontal do dente no interior do osso (inclusos ou semi-inclusos impactados), há dificuldade ou impedimento da sua erupção.
Pode produzir reabsorções de dentes vizinhos, transtornos dolorosos ao paciente e possíveis degenerações (lesões císticas).
A erupção parcial (semi-incluso) ocorre geralmente por falta de espaço na arcada ou pela posição horizontal do dente. Ambos os casos dificultam a erupção, ocorrendo, dessa forma, a erupção parcial do siso. Esse quadro pode provocar gengivites (inflamação da gengiva), abscessos na região, irritação local, dor e edema.
A sua extração está indicada na ausência de espaço para a erupção, no posicionamento horizontal do siso, nos quadros de dor e quando se inicia a erupção e esta não se completa, ou seja, há erupção parcial do siso. Quando se faz a extração de um siso, provavelmente terá que ser feita a extração de ambos os sisos do mesmo lado isto é do superior e do inferior, para evitar problemas futuros de oclusão.
Rolar para cima