HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

Seg-Sex || 9:00AM - 17:00PM
Sab || 9:00AM - 12:00PM

ODONTOPEDIATRIA



A nossa clínica conta com uma equipe de odontopediatras mestres e doutores que trabalham numa filosofia de prevenção da saúde bucal de bebês, crianças e adolescentes com base nas melhores evidências científicas associadas com carinho e atenção individualizados. Temos um ambiente preparado para receber as crianças durante o atendimento odontológico onde elas podem escolher seu desenho preferido e se distrair assistindo enquanto trabalhamos, tornando o atendimento odontológico um momento agradável, lúdico e divertido.
Pré natal Odontológico:


Trabalhamos com um PRÉ NATAL ODONTOLÓGICO para que o início da prevenção comece ainda na gestação. Nesse programa, a gestante e a família terão um atendimento exclusivo com uma equipe de diversas especialidades odontológicas para o cuidado da saúde oral da futura mamãe evitando potenciais problemas que possam afetar o feto.

Bebês:

Mesmo antes da erupção dos primeiros dentes de leite, alguns bebês podem precisar da avaliação da cavidade oral por um odontopediatra para o diagnóstico de anomalias que possam estar atrapalhando a amamentação e desenvolvimento do bebê.

Crianças:

Logo que o primeiro dente de leite irrompe, é recomendável que a criança visite o odontopediatra, para que seus responsáveis recebam informações sobre a correta higienização do dente de leite. Na Mac Odonto, fornecemos informações simples e divertidas para que a criança e seus responsáveis possam evitar as doenças bucais do dia a dia.O cuidado e a preservação dos dentes de leite tem papel fundamental no desenvolvimento dos ossos faciais e a preservação do espaço para os futuros dentes permanentes. 
Sedação e anestesia geral:

Quando uma criança ou adolescente, por diversos motivos apresenta uma atitude negativa ao tratamento odontológico, aqui na Mac Odonto, temos a alternativa de tratamento odontológico sob sedação ou mesmo anestesia geral em ambiente hospitalar. Essa conduta é particularmente comum no atendimento de pacientes com necessidades especiais para um tratamento mais tranquilo e seguro.

Cárie dentária:

A cárie é o problema de saúde bucal mais frequente na infância. Essa doença se desenvolve quando ocorre um desequilíbrio dos microorganismos naturalmente presentes na boca, em função da exposição a açúcares, levando à desmineralização do dente. O primeiro sinal clínico da doença são manchas brancas opacas que muitas vezes só são identificadas na consulta odontológica e nos estágios mais avançados, as cavidades são observadas.

TRAUMATISMO DENTÁRIO NA INFÂNCIA:


Não é raro bebês, crianças e adolescentes sofrerem quedas ou acidentes onde a boca e os dentes são atingidos. Os traumatismos dentários possuem consequências imediatas como fraturas (“quebras”) da coroa ou da raiz dos dentes, sangramentos e luxações (movimentações dos dentes). As maiores complicações devido ao traumatismo dentário tanto nos dentes de leite como nos dentes permanentes acontecem por falta de atendimento imediato e, em especial, por falta de acompanhamento regular no consultório pelo profissional para controle das possíveis alterações.

O que fazer caso seu filho sofra um traumatismo dentário?

  1. Mantenha a calma, limpe a região com água e observe se todos os dentes estão presentes e se algum está quebrado.
  2. Caso qualquer dente esteja faltando procure pelo dente ou pelo fragmento e encontrando-o coloque em um recipiente limpo com soro, leite ou saliva. Evite segurar o dente pela raiz, mas sim pela coroa (a parte que é vista na boca).
  3. Entre em contato com o odontopediatra
  4. Se houver muito sangramento, procure estancá-lo através de gaze, toalha ou lenço limpo a fim de ver de onde está vindo o sangue.
  5. Se o dente “sumiu” e você não o encontrou, é possível que ele tenha sofrido uma intrusão total, ou seja, tenha entrado completamente no osso alveolar.
  6. Quando o dente permanente sai totalmente (avulsão dental), quanto mais rápido for reimplantado, maiores serão as chances de sucesso. Se isso acontecer com o dente de leite, o reimplante não está recomendado, pois a chance de sucesso é mínima. Converse com o seu odontopediatra.
  7. É muito importante que o profissional examine a criança o mais rápido possível.

 

Odontopediatria
TOP